O Sadomasoquismo na vida sexual de um casal

O BDSM (sigla que denomina Bondage e Disciplina, Dominação e Submissão, Sadismo e Masoquismo) tem como intuito de dar prazer sexual através de uma realização de sedução erótica de troca poder entre o casal, que pode ou não envolver dor, submissão, tortura psicológica física, e outros meios.

 

 

 

O Sadomasoquismo na vida sexual de um casal, antes de qualquer coisa deve ser conversado e debatido entre o casal.

 

 

 

O conceito fundamental sobre o qual o BDSM se apóia é que as práticas devem ser seguras e consensuais para poderem ser desfrutadas em conjunto. Algumas destas são consideradas, quando não consensuais, desagradáveis como por a dor, a submissão e até mesmo o ato de prender o outro.

 

Algumas destas atividades de BDSM e Sadomasoquismo não possuem obrigação de envolver necessariamente a penetração, mas, de forma geral, o BDSM é uma atividade erótica. O limite pessoal de cada participante não deve ser ultrapassado. Para este propósito há a chamada, Safeword, ou palavra de segurança, que é previamente estabelecida pelo casal antes das atividades.

 

Algumas das principais regras do BDSM e Sadomasoquismo são:

 

Não beber álcool  nunca utilize nenhuma substância que altere seu estado de consciência, pois seu julgamento pode ser prejudicado.

 

Não improvise durante as seções de sado e BDSM

Use objetos e acessórios de BDSM especialmente produzidos para atender às necessidades do sadomasoquismo. Na Hot Pepper, trabalhamos com algum destes acessórios, acesse nosso site na área de “Sado e Fetiches” Sadomasoquismo e BDSM.

 

 

Converse  – com sua parceira e determinem os limites de cada um.

 Nunca deixe o seu parceiro sozinho – fique no mesmo quarto o tempo todo e tenha olhos e ouvidos atentos a qualquer sinal de menor desconforto. Lembre-se: Sadomasoquismo é cumplicidade

Não machucar – A dominação e a bondage pode ser prazerosa sem que haja dor.

Busque informações e orientações – sempre que puder, pode ser via internet e procure, também, ir em busca de pessoas que possam te esclarecer sobre estes assuntos e outros relacionados ao que quer fazer.

 

Não tente imitar o que você nos livros – ou em sites, pois podem vir prejudiciais ao seu corpo e a do seu parceiro.

Essa é uma das muitas maneiras de inovação em sua vida a dois, mas sempre é bom pesquisar mais sobre o assunto antes de tentar fazer qualquer outra coisa. Pois nem tudo que há nos livros de ficção pode ser feito facilmente na vida real.

 

Comentários